Sexta-feira tardia.

“Por dentro, meus olhos 

Por fora, meus dentes

As mãos com garras agarram o passado e rasgam as memórias como páginas envelhecidas. 

Meus gritos silenciosos que mostram através dos meus gemidos. 

Por dentro, o ódio 

Por fora, sorriso.”

 

Frases, meias-frases, sons, meios-sons. Na verdade, entre os momentos e fora deles, eu me perco, tento ficar presa a quem eu era e ás vezes não compreendo quem me tornei, estou me tornando. A mudança, foi abrupta e tardia, o que deveria ter sido gradual e constante, se retardou ao longo do tempo e se transformou em algo.

O barco deriva no mar, e com o mar eu derivo no tempo. Me tornei advogada, queria salvar o mundo, mas mal posso salvar a mim mesma.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.