O nascimento.

Senti se contorcendo no meu estômago, e com vários membros subindo através das paredes do meu esôfago.

Todo meu sistema digestivo se contorcendo. Minha boca se abriu.

Um grito, um lamento.

Uma mancha no meu destino.

Dentro de mim se contorcendo.

Se corroendo, me arranhando.

Me puxando.

O corpo jogado ao chão, se debatendo.

O ar se foi, a luz se foi.

Já não há dor.

Me levanto.

Olho para o que saiu, com tanta dor.

O meu lamento.

Uma ideia.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.