Olhei para dentro de mim, estou cega.

Essa manhã eu acordei e não tinha olhos.

E então eu vi.

O desespero de me encarar no espelho.

A forma como meu cabelo se enrola no meio.

A cor dos meus olhos quando a luz do sol bate no meu rosto.

Meus lábios secos.

Minha pele seca.

Meus pelos.

Meu estômago se afundou dentro de mim e se retirou para um lugar sem fim.

E eu me senti terrível.

O desespero.

Não tenho para onde fugir.

A forma que encaro meus medos me mostra o quanto fortemente fraca sou.

Dicotomia de sentidos.

Ás vezes sorrindo, me vem uma vontade louca de chorar e eu continuo gargalhando.

É como ter vômito na boca e engolir.

O meu cheiro que eu não conheço é quase a mesma forma que alguém reconhece minha voz e eu a estranho escutando de uma gravação no telefone.

Há tanto de mim em mim, que me perco.

Quem eu sou, não sei se é a mesma pessoa que você conhece.

Ás vezes, esse desespero me vence.

A vontade de chorar no meio de qualquer lugar, me apavora.

Eu sorrio e continuo.

Será que alguém percebe?

O tremor dos meus olhos, o pavor nas minhas sobrancelhas, o franzir do meu nariz.

E eu sorrio.

Sem choro, sem nada.
Se ninguém percebe, é porque não é real.

Essa manhã eu acordei e virei na cama.

Queria voltar a dormir.

E agora, sentada aqui, escrevendo e lendo, eu percebo, voltei ao desespero.

Caí de volta ao poço e olhando para cima, não vejo estrelas.

A luz da cidade as levou.

Anúncios

12 comentários sobre “Olhei para dentro de mim, estou cega.

  1. Uma poesia lindamente doída! Compartilho deste seu sentimento, pensamento e percepção… que também vivencio. Por empatia, tomei a coragem de compartilhar tantos pensamentos e palavras contigo:

    Esvaziar-se daquilo que nos esvazia (que nos transborda de vazio existencial) é o que nos torna um repleto-vazio. (Em síntese um paradoxo, possível de síntese)

    É tempo de formatar nosso hd… Tempo de lavar a alma… É tempo de limpar a consciência… Tempo de fazer as pazes consigo mesma… É tempo de transformar o veneno em antídoto… Tempo de retirar a pressão da nossa depressão e dar vazão ao que nos faz respirar… Dando luz as nossas sombras, iluminando-as… Esvaziando-se das fantasmagóricas memórias escondidas, despindo-se dos inconscientes registros históricos em nós… É tempo de atravessar as fronteiras da mente, nossos véus, camadas internas, reconhecendo o mórbido, a morte, sem morrer fisicamente… Tomando coragem, tomando conhecimento, tomando consciência… De que a vida é do princípio ao fim um aqui-agora.

    É tempo de desenterrar o mal passado e os males dos antepassados em nós… uma série de zumbis que habita em nós… É tempo de dar passagem a vida… É tempo de dar vida a nossa vida… É tempo de fazer a faxina em todos os corpos – mental, emocional, espiritual e físico… É tempo de atualizar a nossa versão… ser a versão renovada…

    Sabemos que é muito difícil, confuso, sofrido, quase inacreditável… mas a verdade está em nós, a saída é para dentro e ao cairmos em si, seguiremos autênticos, pois encontramos o sentido da existencia… e aí sim, se aceitando, se assumindo, se pertencendo pelo mundo afora… É tempo de cura, de transformação e libertação… Dar liberdade de sermos quem somos: mutáveis, passageiros passantes nesta retornável passagem… Não este acumulo de sofrimentos, enganos e medos, mas uma pessoa com seu espaço aberto de paz e amor… aqui-agora a sempre se realizar…

    Paz profunda a você
    Gratidão!
    Adriano

    Curtido por 1 pessoa

        1. Erstaunlich, wie die Technologie uns zusammenbringt! Was früher unmöglich war (kommunizieren ohne die Sprache eines anderen zu verstehen), wird jetzt möglich! Ich danke Ihnen für die Worte der Zuneigung und wünsche Ihnen dasselbe, ich wünsche Ihnen zweimal! Alles Gute für Sie! Ein schönes Wochenende! Danke und bis bald! 😊

          Curtido por 1 pessoa

          1. obrigado !! pelo ótimo comentário, incrivelmente grande personalidade, seu vocabulário claramente factual e gratuito: “Sim, a tecnologia nos uniu! O que era impossível no passado, é uma bênção, e é claro que há isso contra parte dela,
            Efeito colateral, mas temos que estar vigilantes !!

            como no encontro com a natureza ou no encontro com os seres humanos, não importa onde, a única característica seja que, por sua ocorrência, o homem possa encontrar a câmara do tesouro, as maravilhas, as pessoas más, é claro, buscam o mesmo maravilhoso. !!!!
            obrigado novamente, obrigado, obrigado. e bem-vindo à NZ

            Curtido por 1 pessoa

  2. Trotz Sprachbarriere kommunizieren wir weiter! Ihre Worte sind wahr, wir müssen wachsam sein! Willkommen in meinem Raum und vielen Dank, dass Sie mich bei Ihnen begrüßen! Bis später 😊

    Curtir

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.