Carícias ao velho amor. 

As mãos que tocam tua pele estão morrendo. 

Cada dia que passa elas secam mais. 

O toque suave de pêssego fresco virou um toque de maracujá murcho. 

Os dias se passaram e o sorriso caiu. 

As mãos que tocam tua pele estão fracas. 

Agora elas apenas recebem o calor. 

As mãos que tocam sua pele estão mortas. 

Elas se foram. 

As mãos que tocam tua pele já não toca mais. 

Você não as segurou quando elas caíram. 

Viraram pó e do pó nasceu flor. 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Carícias ao velho amor. 

  1. Pingback: Carícias ao velho amor.  — Antagônicos – CantinhoAmigo

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s