Prefiro não deitar no divã. 

Hoje me deu vontade de cortar os pulsos e deixar escorrer em uma poça de sangue vermelha e grossa. É óbvio, eu estaria nua, nada como uma morte limpa e dramática. Minha vida seria um pico de inspiração para escritores falidos, bêbados, e entupidos de nicotina. Qual seria o título? “A inocência se veste em sangue”. Um bom título? Talvez. Eu chorei por não saber o motivo de ter vindo a este mundo só para sofrer, nasci e cresci envolta de sofrimento. Devo acreditar que na minha vida passada ( sou crédula quanto a isso ) eu era um monstro que torturava as pessoas e as matava lentamente com seus problemas psicológicos, incluindo depressão, síndrome do pânico, ansiedase, tumores, vitiligo, dermatite atópica, psoríase e os futuros que ainda não descobri. Estão entendendo? Estou descrevendo meu histórico médico e problemas psicológicos. 

Ao invés disso eu estou procurando na internet um livro lixo de romance barato só pra me fazer esquecer essas drogas de loucuras que estão inseridas no meu sistema biológico.  Devo dizer que sou um tipo de pessoa que lê de tudo um pouco, e prefiro os cultos que torram meu cérebro e me fazem pensar que sou uma droga de pessoa louca, maníaca depressiva. 

Enquanto isso, bebo um vinho imaginário e choro em cima da tela do meu celular enquanto leio Sabrina.

Melhor que isso só Alprazolam. 

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s