Dentro de nós mora um outro alguém. 

Ele andou pelos serrados e se maravilhou com a paisagem. Passou por serpentes venenosas e por aquelas que não lhe oferecia perigo. Bebeu do rio límpido e comeu das frutas que tirou do pé. Deitou no chão duro e dormir com o brilho das estrelas e o embalar dá natureza. Ouviu histórias dos ventos e se sentou com os velhos. Tudo isso pra buscar dentro de si o homem que ele sempre foi, mas nunca encontrou. Tudo isso pra dizer para si que ele era aquele ser que a natureza pariu. Quando o encontrou dentro de si ele se sentiu em paz, podia estar em uma multidão, em uma solidão, mas nunca estaria só. Era ele e ele. Um homem só. 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dentro de nós mora um outro alguém. 

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s