19:25 deitada num quarto escuro. 

A ansiedade bateu na minha porta e mexeu com minhas entranhas.

 Com ânsia de vomito eu andei, sentada no banco eu chorei.

 Ninguém viu. Ainda bem.

 O meu coração parou na terceira batida. Agora ele é uma mancha escura que não para mais. Bate-bate. 

Cada suspiro é uma facada. Alguém me disse que ficar de cara feia envelhece. 

Meus lábios são um pedido mudo de socorro. 

Ninguém percebe. 

Alguns minutos é tudo o que preciso. 

Paz. 

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s