Mulheres do século de agora.

Sorri ao te ver mexer no cabelo, tao curto e liso que você passa os dedos e eles fogem de você.
– O que está rindo?
– Nada.
– Não diga nada, sei que está rindo de mim. – Ela agora colocava o pequeno brinco de brilhantes em suas delicadas orelhas, mordiscar… Hum…
– Vai trabalhar hoje? – Mudo de assunto.
– Vou, claro. Devo trabalhar todos os dias. Por que? – Ela já havia pego a bolsa e passou um perfume suave.
– Fica aqui.
– Vai pagar minha diária?
– Gosto da ideia de usar o seu corpo o dia todo.
Ela revirou os olhos e passou o batom. O que eu faria quando ficasse só? Não sei.
Ela me mandou um beijo de longe e sorriu. Fechou a porta e se foi.
– Não queria um beijo mesmo! – Mas estou só, só como antes, só como sempre estive. Mais só ainda nesse século, onde as mulheres são de quem elas querem. Nós homens?  Viramos miche!

Ester Sousa.

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s