Acredita ou não?

– Diga-me meu rapaz, o que o trás a mim?
– Eu.. Eu estou enlouquecendo doutor!
– Certo, por que diz isso?
– Eu escuto vocês e elas gritam e me xingam. Eu não aguento mais, elas estão gritando e gritando e gritando..
– O que elas dizem?
– Cético! Cético tem que morrer. Coisas ruins.
– Me diz sobre seu trabalho, relaxe. Você me disse que trabalhava em um hospital não é?
– Eu trabalho, mas não quero, não quero, não quero!
– Por que meu rapaz?
– As vozes me perseguem.
– Cético! Cético! Cético!
– Me ajuda doutor, me ajuda
– Cético, cético!
– Ajudar? Elas dizem a verdade, cético!
– Não, eu não sou, eu acredito, eu juro!
– Em que?
– Em mim, eu acredito em mim.
– Cético, Cético. O cético tem que morrer.
– Resposta errada meu filho.
– O cético deve morrer!

Ester Sousa.

Anúncios

Um pensamento sobre “Acredita ou não?

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s