Braços velhos que embalam a vida.

Deixei de ler seus poemas e tomar seus cafés.
Mas ainda estou aqui.
Ainda respiro aqui.
Deixei de pintar teu rosto, de beijar os teus lábios.
Mais ainda o vejo aqui.
Ainda o sinto aqui.
A morte é uma velha sacana que devia ser chamada de sogra.

Ester Sousa.

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s