Tudo isso pra dizer adeus em francês.

– Você a beijou?
– O que?
– Você a beijou?
– Não, claro que não.
– JURA?
– Juro. Eu não a beijaria.
– Ainda bem.
– Por quê?
– Nada. 
– Tudo bem. 
– Não vai insistir?
– Pra que? Você não vai dizer. 
– Eu ia. 
– Então diz.
– Não quero mais. 
– Haha, aí viu. 
– Não quero que a beije. 
– Por quê?
– Porque eu sei que se a beijar vai a amar ao ponto de me deixar largada e nunca voltar. E eu vou ser rasgada por dentro, queimada por fora. Morta milhares de vezes antes de descobri que tô viva, a porra de uma vida viva. 
– Às vezes você me assusta.
– Tudo bem, eu a beijei. 
– O que?
– Nada. 
– Agora diz!
– Nada. 
– Diz.
– Digo. 
– Então diz. 
– Já disse. 
– Eu não escutei. 
– Porque não quis. 
– Qual é, tem quantos anos?
– Os de sempre. 
– Tudo bem.
– Não insistiu. 
– Não precisei. 
– Eu que não quis. 
– Estou indo. 
– Tchau.
– Ciao.
– Bye.
– Ourrevoá. 
– Nem se escreve assim. 
– Mas se pronuncia. 
– Então tá, Ourrevoá.
– Ourrevoá.

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s