Segredo feito a base de medo.

Os passos ecoaram no chão de madeira.  Ela andava de uma forma cansada e com um copo na mão. 
– É você?  –  Um homem alto e belo vinha em sua direção, nas suas mãos haviam várias fotos. 
– Sim.  –  Ele olhou as fotos, não havia nada em seu rosto. 
Ela se sentou e cruzou as pernas. 
– Quantos anos tinha?
– Dezesseis –  Outro gole.  Ela olhou para ele com seus olhos cansados. 
– Por que nunca me contou? 
– Nunca quis que acontecesse.  Sempre quis esquecer. 
– Deveria ter me contado. 
– Por que?  Por que seria tão importante te contar? Qual a diferença?
– Eu entenderia. 
– Não preciso que entenda. 
– Foi consensual?
– Olha bem e diz se foi.  –  Ela terminou de beber o que quer que havia no copo e fechou os olhos. 
– Me conta. 
– Sabe quando você conhece uma pessoa e pensa que pode confiar sua vida nela que ela vai te proteger?  Então, foi assim.  Só que ele não fez isso.  Eu era nova e tola, achava que o amava.  Nunca quis que isso acontecesse. 
– Não havia Internet na época. 
– Ainda bem. 
– Você está bem?
– Hoje estou. 
– E antes?
– Não. 
– Doeu muito?
– Mais do que eu poderia afirmar. 
-Me desculpe. 
– Pelo que?  –  Ela riu alto. 
– Te julgar. 
– Você é humano.  É sua natureza. 
– Posso ficar com elas?
– Claro. 
– E as outras?
– Apaguei. 
– O que houve com ele?
– Só Deus sabe.  –  Ele foi até ela, passou a mão em seu rosto pálido e a beijou na tez. 
– Amo você. 
– Eu sei.
– Não me ama?
– Amo. 
– Por que não diz. 
– Porque sinto.  –  Ela sorriu, se levantou e foi embora deixando para trás um quê  de seu perfume.  Ele ficou contemplando o vazio e as fotos.  Não sabia o que ela sentia, mas também doeu nele. 
Por fim ficou escuro na sala e ele adormeceu em seu próprio medo.  as fotos foram queimadas na lareira, e o segredo morreu com ambos. 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Segredo feito a base de medo.

    • Sério? Bom, eu escrevo no intuito de que cada um que vá ler, leia o que ver. Ou seja, espero que ninguém leia a mesma coisa. Sendo assim não sei qual foi a cena da sua vida, mas deve ter sido carregada de sentimentos.
      Não paro de escrever, faz parte de mim. Uma parte má, mas faz. Amoor ❤❤ in love com você! Obrigada por fazer parte disso.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s