Um papo descolado.

– Acorda,  acorda! 
– Não!  Me deixe dormir..  Amanhã.. 
– Eu preciso de você.  Acorda! 
– Qual é,  você está sempre precisando de mim.  Ao menos dormir eu posso? 
– Tô grávida. 
– Você já me disse,  lembra?  Amanhã nós  conversamos,  o feto não vai sair de você por no mínimo oito meses,  aos nove veremos. 
– Você é um imbecil!  Eu te odeio,  odeio esse mundo.  Odeio tudo,  não vou ficar com ele,  nem com você. 
– Quê?  Você e  suas idéias de que o mundo é ruim,  não,  ruim é o teu mundo.  Se resolva,  resolva teu mundo interior e o resto se resolverá. 
Se escute,  tirar uma criança por isso?  Seu corpo suas regras?  Não é a partir do momento que o filho também é meu,  deixe ele aí crescendo. 
Veja o que fala,  cresça! 
– Que ótimo,  você acordou.  Vamos às compras.  Um bebê não se veste sozinho. 
– Argh!

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s