Cada um com seus fetiches.

– Estou cansada disso tudo Eleonor.
– Como assim querida? Você nem dormiu com ele ainda.
– Dormir? Que gentileza a sua.
– Ora essa, você quem escolheu isso Liz, foi você.
– Me passe esse cigarro.
– Não, imagina só se vou te deixar fumar, vai ficar fedendo.
– Eleonor você sabe que é uma vadia, uma ex-puta.
– O Alfredo já sabe?
– Não, e nem vai ficar sabendo nunca.
– Você gostou de dormir com outros homens.
– Mas não amei. O Alfredo eu amo, e nunca mais vou fazer esses joguinhos sujos.
– Você gosta.
– Me passe esse cigarro Eleonor.
– Você quem sabe.
– Eu sei.
– Ei Liz, desistiu mesmo? Ele chegou.

Na sala havia um cigarro com manchas de batom vermelho em cima da mesa. Um par de pernas balançavam e sorriram quando  porta se fechou. Ela pegou o cigarro, o apagou e continuou balançando as pernas.
Tudo tão normal.

Anúncios

Um pensamento sobre “Cada um com seus fetiches.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s