Ser pai é aprender a dizer não.

Eu tive que ser mal
Quando ela chorou e pediu.
Eu tive que ser mal até quando ela instituiu.
Eu tive que ser o vilão quando não permiti.
Eu tive que negar
Mesmo quando os anos se passaram e eu continuei a ser mal.
Eu tive que corrigir quando nem precisou.
Eu tive que mostrar como ser exemplar.
Eu fui descobri quando ja era velho e olhei para trás.
Por mais dos demais eu fui um bom pai.

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s