A selva tá solta na minha roupa.

Beijou levinho como se fosse de vento.
Aceitei mesmo, que deixe lamber.
Para os desavisados hoje é o meu dia.
Não tô com a macaca, não tô uma tigra.
Tô é leve e solta querendo

voar que nem passarinho.
Me mandou um beijo.
O esperto dele é que foi pelo correio, ah, imagina só se chega aqui nessa noite quente.
Tô é mesmo mulher.

Anúncios

2 pensamentos sobre “A selva tá solta na minha roupa.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s