Tosse e diga “Ah”. Se o som sair falhado corre. A morte é certa.

Minhas costas dói.
Carrego o mundo em minhas entranhas segurando as minhas duas mãos.
Soprei para cima a fumaça represada no meu peito.
Tinha cheiro de podridão.
Cada qual.
Cada um.
Todos nós.
Morremos.
O importante não é o quando.
É a causa.
São os medos enfrentados antes. 
Derrubei os meus muros e Libertei os meus ombros.
O importante não é o quando.
É a causa.
A minha causa tem quando.
O quando que causei.
Soprei novamente, o cheiro era seco.
Tabaco amanhecido.
Cai em cima das minhas causas.
Espetei o meu tempo.
Vazou o líquido dos meus olhos.
Líquido quente com gosto de sangue.

Anúncios

Um pensamento sobre “Tosse e diga “Ah”. Se o som sair falhado corre. A morte é certa.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s