Coisas que você faz sem perceber.

– Dias frios são propícios para passeios. – Quem disse isso? Eu.
Tenho um cachorro, ele se chama Augusto III, é o terceiro cachorro que tenho com esse nome. O primeiro morreu atropelado e o outro morreu de envenenamento, então roubei esse dela (a mulher cujo matou o II e logo mataria esse) para que ele não fosse morto.
Me agasalhei num cachecol de linho marrom que minha mãe havia me dado no aniversário passado. Sentei-me num banco de praça e fiquei olhando o movimento, um dia frio, então não haviam muitos na rua.
Estava pensando numa coisa qualquer quando Agusto III latiu e abanou o rabo. Uma mulher com um vestido preto ( sou homem, não sei muito detalhes femininos em relação á roupas), meias pretas e longas, botas pretas de algo que parecia ser camurça, pele branca, olhos escuros, cabelos castanhos escuros e um sorriso vermelho. Ela passou por mim e não me olhou, depois voltou-se para Augusto III é o acariciou.
– Olá meu bem, qual seu nome?
– Ele não fala – eu disse pra ela, droga.
– Jura? – Ela disse com sarcasmo e me olhando, ainda afagando meu labrador preto.
– Uhum.
– Gênio! – Ela riu.
– Augusto III.
– E o nome dele?
– Já disse, Augusto III.
– Deus, coitadinho. – Ela riu alto e o afagou mais uma vez, maldito, havia se entregado a linda megera.
– Leonardo.
– O segundo nome dele?
– Não, o meu nome. – Ela olhou para mim e riu novamente.
– Estela.
– O seu nome?
– Não, o da minha cachorra aqui, não a vê? – Ela riu alto, havia me magoado, me julgava tolo? – Desculpe. – Ela completou.
– Tudo bem. – Ela se sentou ao meu lado e começou a dizer vários episódios de sua infância com cãezinhos.
A mulher se levantou, deixou o número do celular e se foi, já nos imaginei casados, com três filhos e dois cachorros, talvez mais.
Pena que isso havia se passado só em minha cabeça. Dessa mulher eu vi apenas o corpo e senti o perfume, ela já havia ido embora antes de começar o meu diálogo imaginário. Levantei-me com Augusto III é fui embora, de repente o dia havia ficado enfadonho, mas resolvi seguir o mesmo caminho que ela, só pra garantir.

Um comentário sobre “Coisas que você faz sem perceber.

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.