Doença frágil.

De toda minha dor, tirei forças pra voar.
No meu mundo de 360 graus eu estou rodeado por um jardim.
As cabeças mortas me olham sem vida, os braços soltos me acenam sem corpos.
Com toda minha dor, fui no meu jardim e busquei duas pernas, juntei aos braços descarnados e coloquei no tronco desfigurado, falta ainda a cabeça.
Voei com minha pouca força até o jardim mais longe, onde as cabeças estão mais conservadas.
Juntei todas partes e tu nasceu.
Uma história que não vou continuar, a dor me toma.
Antes que eu feche os olhos, me lembro de cada parte de ti. Não a melhor, não a mais bonita, a que foi mais difícil conseguir.
De todo meu amor, tu nasceu da dor.

Anúncios

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s