Ás vezes o que você tem é o que te baste, não procure mais, não vai achar.

– Minha vida anda parecendo o começo daqueles romances Sabrina que minha mãe lia quando eu era mais nova, só há confusão e eu ainda não achei o meu homem maravilhoso. Espero que no final dê certo como neles sempre dão. 
– E eu sou o que?
– Haha, você é o quebra galhos meu amor. – Eu o beijei nos lábios sorrindo, ele me puxou e falou no meu ouvido.
– Vou ter mostrar que eu sou a árvore inteira. – Eu ri pra ele, sabia que era verdade. 

Anúncios