Se for criança ou fresco não leia! NÃO LEIA!

Bom, já vou avisando, não quero encheção de saco, já sou velho, não preciso disso, já tive muito na minha vida, isso é só um curto desabafo de um velho cansado (não tão cansado quanto esses jovens folgados de hoje), mas eu digo algumas coisas feias, palavrões, eu não gosto deles, ou pelo menos não gostava, quando eu era novo, agora nem sei quem eu sou. Então, se quiser leia, se não quiser, pega no meu … 
Boa leitura pessoas estranhas! 

 

Imagem

No meu tempo não tinha isso, não julgue quem você não conhece, ou julgue, afinal somos humanos, não somo?

<

p>De verdade? Eu não ligo com nada, com ninguém e nem quero me importar, eu apenas finjo, prefiro ser sozinho, me enfiar num vazio que vazios não tem sentimentos, e além de sentimentos não são estúpidos.
Claro, eu os tenho, os sentimentos, mas não ligo, eu enfio tudo num saco e depois solto no vento. Tente, mas lembre-se, quando for fazer tem que saber o quanto teu saco aguenta, porque se ele explodir… Ah, meu amigo, não quero estar perto, estou aqui querendo escrever um milhão de coisas estúpidas, com ódio, é, ódio, e escutando essa música, boa, muito boa, a voz do cara é boa, gostosa, mas o que eu queria mesmo é mandar todo mundo ir se fuder, todo mundo, hey, não ligue pelo meu palavreado, nem sempre podemos manter a pose, e xingar faz bem pra alma dizia… Eu, eu disse! Deveriam me por numa parede, eu e meu foda-se, assim eu estaria estampado lá e gritando pra quem quiser ouvir.
Quero vomitar meu estomago, meu coração e fígado, é isso que quero, ou quero apenas deitar na cama e ficar, ficar lá e ficar. Hoje passei um susto, mas eu não gosto de sustos, até porque esse susto te quase uma semana, ou seja, uma semana com susto, se eu pudesse o esfaquearia, e caso você que esteja lendo seja fraco ou fresco não continue lendo, esse é um texto odiável, já vou dizendo. Em falar de ódio eu odeio minha barriga, ah, como odeio, odeio e odeio. Viu quanto ódio?
Odeio que me olhe, odeio que fique me observando ou tente me ler, ah, como eu odeio que me leia, droga, odeio que me olhe, dá vontade de gritar, perguntar se quer pegar no meu saco, sim, desculpas, eu sei, estou sem educação, mal humorado e até falando coisas que geralmente não falamos, mas eu uso a velha desculpa da idade, já sou velho e posso falar o que quero, então eu digo, pega no meu saco vadia!
E não leiam isso crianças, é um texto odiável com palavreados que não recomendo de forma alguma a ninguém, esse não é meu normal, mas cansei de ser normal, quero que o vazio me engula e depois cuspa apenas o bom, que fique com as coisas ruins, ou que não fique, que droga, eu falo e falo, já estou terminando, não posso ficar mais tempo, meu neto está gritando, esse imbecil, não que eu não o ame, claro que amo, ou pelo menos é uma forma de amor, mas ele é um saco, garoto mimado que não respeita ninguém, a no meu tempo, nós tínhamos um remédio pra isso, vara verde, curava em dois minutos e ainda vinha com pedidos de perdão! Bom, chego por hoje, quem sabe eu confesso mais coisas amanhãs, quem sabe eu tenha o amanhã, sou apenas um velho com um espirito de novo, um novo cansado, que parece que é só isso que meu neto sente, cansaço, hoje em dia qualquer coisa que se peça a um jovem ele diz canseira, no meu tempo não tinha isso, ah não tinha. Então, vou despedir por aqui e pega no meu saco vadia! 

Anúncios

3 pensamentos sobre “Se for criança ou fresco não leia! NÃO LEIA!

  1. kkkk é isso mesmo, tem que mandar essas porra tudo tomar no cú mesmo… ^^ desculpe o palavreado. Mas quem me conhece sabe que não digo uma virgula se um “Vaichuparumcanavialderolaputosafado” ^^ adorei o texto, continue sempre assim!!!

  2. Adorável o personagem com o “foda-se” sempre pronto para o saque. O mesmo da postagem “Morto vivo”? Desenvolvimento? Série? Sempre gostei dos rabugentos, que não perdoam ninguém porque nem a si mesmos perdoam. Bom.

    • São parte de mim, ás vezes eles aparecem em disparada e precisam logo respirar, ficam me atormentando até que eu escreva eles! Esse é um velho que já estava cansado de se importar com as coisas, e o “Morto Vivo” é um homem que já morreu em seu coração e não vê motivos para continuar “vivendo” ele, então ele apenas faz o que passa pela cabeça, seja andar na madrugada enfrentando seus monstros, seja gritar na rua. São todos parte apenas de um, de um todo! Os rabugentos são os melhores, eles não se importam com o que as pessoas pensam, não tem tempo pra isso, apenas pra viver o que lhe resta viver!
      Que bom que gostou!
      =)

Comente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s